Fabiana Ferreira Lopes

" A vida só se da para quem se deu" Vinicius de Moraes


Visit Beco dos Poetas
Textos

Desamor
Vai deixando assim
Como tanto faz tanto fez
Vai aumentando o espaço
Vai alargando o vazio
Vai se enchendo de certeza
Como se eu fosse um mero peão
No jogo das suas distrações
Como se eu fosse um prêmio de consolação
Sem importância
Aquela que ninguém vê
Que ninguém sabe
Que não é boa o bastante
Eu aqui finjo que não vejo
Eu finjo que não ligo
Eu até finjo que não entendo
Mas eu sei
E sei o que significo.
Só não esquece que quem abriu a porta fui eu
E assim como abri
Não pense você que não sou capaz de fecha-la
Eu já perdi muito e sobrevivi
Que disse que não posso sobreviver sem você?


Fabiana Lopes
Enviado por Fabiana Lopes em 16/01/2019
Alterado em 18/04/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Follow @fabilop18