Fabiana Ferreira Lopes

" A vida só se da para quem se deu" Vinicius de Moraes


Visit Beco dos Poetas
Perfil
Eu Sou: Tempestade

Estou pagando um preço alto
Por ser assim como sou
Feito tempestade de verão
Que vem e arrebata tudo a sua frente.
Criticas, ofensas e solidão.
Todos esses a me apontaram o dedo esquecem
Que a bonança faz parte dessa natureza intempestiva.
Estou cansada de sorrisos falsos
De intenções dúbias.
Se o mar é muito agitado
Então não se atire nele.
Não preciso de aprovação
Sou dona de mim mesma
Aprendi a viver na contra-mão.
Não me dispense cortesia
Para logo depois despedaçar meu coração.
Pois se os brutos amam,
Mulheres como eu também!
O preço é alto
Mas meus ombros são largos.
Se o fogo é muito intenso
Então se afaste para não se queimar.
Não preciso de aceitação
Migalhas não me contentam
Quero muito mais
Ir muito além.
O mundo não me basta
Mas por enquanto é o bastante!


Fabiana Lopes
Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Follow @fabilop18